Módulos

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Nova Solução para as Prestadores de Serviços e sua Notas Fiscais


 Master Sistemas, de antemão anuncia o desenvolvimento de um sistema para recebimento e emissão das notas fiscais, com em prestadores de serviços. Iremos disponibilizar em forma de serviço, totalmente online e ainda completamente automatizado.
Antes você cadastrava todos os produtos, copiava e colava, fazia malabarismos para que suas notas fechassem. com o novo sistema da Master Sistemas seu trabalho se torna mais fácil. Ele faz a importação da XML de seu cliente e cadastra automaticamente todo produto, você poderá então apenas adicionar os valores acordados em cada referência.
      
Use seu computador, tablet ou smartphone, poucos toques para que seu trabalho seja feito.

Estamos cadastrando os interessados no serviço e qualquer dúvida  pelo email:
vendas@mastersistemas.net ou telefones 47 3273-2494 / 47 3376-2687

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

TÊXTIL E VAREJO ATÉ 2030 - UMA PROJEÇÃO NECESSÁRIA

Excelente leitura produzida por Flavio da Siqueira Bruno e coordenado pela ABIT, ABDI, e SENAI CETIQT. Analizando os dados anteriores do setor, as ameaças e as oportunidades, o leitor poderá verificar suas fraquezas e investir em suas forças de criação e negócio. Quais são as visões para 2030 e quais os caminhos a seguir para chegar na visão proposta com inteligência e competitividade?
Recomendado:

Baixe o PDF

Fonte: ABIT

A Master Sistemas se insere no contexto de tecnologia e para nós o texto tem um impacto positivo em prover sempre o melhor.

ERP de Graça

Certa feita falei a um cliente que questionava sobre o valor de um sistema especialista que o mesmo era de graça, sem custo nenhum. Seria instalado e configurado, feito o treinamento e pronto. Ele surpreendeu-se, e ficou maravilhado com o fato da sua empresa ter um ERP sem gastar nada. Então ele me perguntou como ficaria o suporte, não tem repliquei, para ter suporte tem que pagar os especialistas que na sua maioria tem graduação e tem custos operacionais. Então ele me falou das atualizações fiscais, pois o governo muda constantemente, e eu disse que também não tem, da mesma forma do suporte manter programadores antenados custa muito. E o que acontece com minha empresa ele retrucou, ela para, não poderá faturar se haver qualquer nova requisição fiscal, não poderá controlar a produção se o sistema operacional atualizar e travar o ERP. Então ficou claro que sistema de graça e sem alguém para suportar virá uma desgraça.
     Esta é apenas uma parábola que ensina uma coisa importante: O porquê de uma softhouse ou uma "fábrica de programas" cobra mensalidade, deslocamentos, implementações.  O piso salarial de um analista programador está em torno de R$ 3.000,00, isso inicial podendo chegar a R$ 8.000,00 ou mais. E a empresa tem que estar antenada nas atualizações, nos cursos, nas mudanças e tudo isso gera custos razoáveis. Então uma equipe bem treinada e com as skills necessárias para manter a empresa do cliente sempre funcionando tem alto valor de manutenção. E quando se adquire um ERP não é um produto que se adquire, senão uma parceria de negócios. A experiência diz: Prefiro pagar bem para ter um suporte eficaz e que não me dê dor de cabeça do que não pagar nada e não ter nada.
 A Master Sistemas oferece a seus parceiros, que são nossos clientes, o melhor em suporte com analistas técnicos, graduados e pós graduados, mantendo sempre em mente que o sucesso de nossos clientes é o nosso. Por isso a empresa mantém um sistema de manutenção de forma que ao cliente não seja pesado e a equipe não seja menosprezada e assim temos uma ótima cooperação. O sistema Mtex hoje conta com uma estrutura robusta em processos gerenciais da indústria têxtil e esta em constante otimização.


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Sistema Genérico Vs Sistema Especialista = Como Quantificar?

       O que se espera de um ERP? Um retorno quantificável em termos financeiros e de gerenciamento dos processos, seja na área produtiva, administrativa ou comercial.
       O grande problema reside na forma da escolha de um sistema para a empresa, e de quem está no controle da escolha. O que o ERP tem a oferecer e o que a empresa está disposta a investir se torna um impasse, a medida que alguns vislumbram o custo e outros o retorno. E não é difícil ver empresas investindo em sistemas genéricos por que são mais baratos porém perdem no gerenciamento e no retorno. Um exemplo:
      O CEO e o CIO da Y Confecções pensam em implantar um sistema ERP para controlar os processos da empresa. Nesse contexto foram feitas algumas apresentações:
  • Um sistema genérico de controle de estoques, vendas, financeiro e fiscal, sem controle de produção e necessidades líquidas. Apenas um sistema que atenderia o básico da empresa a um valor X.
  • Um sistema focado no setor, com processos definidos que maximiza a produção eliminando desperdícios, fornecendo um gerenciamento completo, com suporte personalizado e atualizações pontuais. A um preço XX
O valor monetário dos dois sistemas diferem pelas funcionalidades, um é bem mais barato mas oferece o básico e o outro tem o valor vinculado ao retorno pelos processos bem administrados.

Ae que vem a pergunta? Qual é o critério para escolha de um ou outro? A resposta que mais se encaixa é:

Qual é sua visão e missão organizacional? Exemplo:

  • A Y Confecções quer se estabelecer como referência nacional em produtos com qualidade e preços competitivos.

  • Promover a moda e estilo em seus produtos, para toda a família. 
Para a Y Confecções, eu diria que para chegar a alcançar sua visão, seu planejamento estratégico deve envolver um sistema para gerenciar todos os fatores que envolvem a missão, coisa que u  sistema genérico parcialmente dará, e logo terá de ser substituído.

Os produtos da Y Confecções devem passar por estas fases:

  • A criação da coleção
  • a criação dos produtos:
    • A estrutura do produto, cores, referências, componentes , aviamentos, fases da produção.
  • O PCP:
    • Um visão completa dos processos da produção, do corte, das alocações para facções, das necessidades de tecidos e aviamentos.
  • Os pedidos:
    • Um sistema focado tem que ter os pedidos feitos de forma rápida e concisa com a produção, se o seu sistema apenas faz pedidos mas não empenha a produção , cuidado.
  • Representantes:
    • Nossos representantes precisam de uma ferramenta adequada para fazer os pedidos e um sistema especialista tem um módulo de vendas integrado.
  • Financeiro e Fiscal:
    • Até parece clichê, mas se estes módulos não estiverem sempre em atualização sua empresa pode parar. 
  • Expedição e tags:
    • Depois do produto produzido, embalado, agora precisamos enviar para o cliente de forma que tenhamos pleno controle, e o que se iniciou lá na criação do produto, junto com o código EAN segue daqui por diante.

Com tal organização pode a Y Confecções ter todas as informações necessárias para aplicar sua missão e alcançar sua visão sem medo. E mais, um sistema focado em dar resultados acompanha também um suporte especializado, onde o cliente não é um número em uma planilha, mas é tratado como parceiro de negócios.
Não menosprezando os sistemas genéricos (que servem para qualquer tipo de empresa), porém se quiser resultados, investimento em soluções que entendem da sua área é o ideal.

Para a empresa Y Confecções eu recomendaria o sistema Mtex, que é formado por mais de 30 anos de experiência dos idealizadores, sumarizados em um sistema específico para o setor têxtil.
Para mais detalhes:
vendas@mastersistemas.net
Ou ligue 47 - 3273-2494 e fale com Cristiano Belarmino, conheça os detalhes de como um sistema pode lhe auxiliar a obter ótimos resultados, a um valor justo.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Vestuário está entre os 8% dos gastos de varejo da terceira idade


Estudo realizado pela Officina Sophia Retail, em parceria com o Centro de Inteligência Padrão (CIP), para conhecer a relação da terceira idade com o varejo e identificar necessidades não atendidas mostra que o público sênior é um dos que mais cresce no Brasil. Atualmente são 25 milhões de pessoas e deve chegar a 37 milhões até 2026. No quesito consumo, a pesquisa afirma que 8% dos gastos são destinados ao vestuário, lazer e bem-estar.
No âmbito da relação com o varejo, a terceira idade gosta de pesquisar, sendo que 70% entram em várias lojas até encontrar o que procuram. Entre as mulheres, esse percentual chega a 79%.
Todos os perfis identificados pela pesquisa têm queixas semelhantes quanto aos fatores que deixam a desejar no ponto de venda. Os assuntos mais recorrentes entre as reclamações são a falta de atendentes treinados para dar explicações sobre produtos e de etiquetas dos preços com letras maiores, além de ar-condicionado com temperaturas mais agradáveis.
O estudo foi elaborado em abril de 2016, com 300 entrevistas online, em parceria com o painel eCGlobal, abrangendo homens e mulheres, acima dos 60 anos, pertencentes às classes A, B e C (Critério Brasil).

Fonte: ABIT

terça-feira, 12 de julho de 2016

MUDAR ou NÃO MUDAR de ERP?

   Somos seres competitivos por natureza, sempre queremos ser os melhores em todos os setores de nossa existência, e isso faz bem, principalmente no âmbito organizacional. Em nossos dias a tecnologia se tornou mais que um aliado na competitividade, na verdade é um dos principais fatores críticos do sucesso ou insucesso da empresa.
      Vamos nos situar no setor industrial, afinal praticamente tudo se transforma, como a tecnologia, no quesito software, pode fazer diferença?

     Quadro 1: Tenho uma indústria têxtil e quero elaborar uma nova coleção para a estação que se aproxima, nisso eu utilizo meus recursos humanos para os desenhos e cores e tudo mais. Mas chega a hora de tirar isso do papel e automatizar, afinal eu quero produzir maximizando a quantidade e minimizando desperdícios. Neste ponto que entra o ERP, se ele é focado no setor em si, minha fabrica poderá contar com planejamento de todas as fases da produção:
  • Criar o Produto Acabado (PA): Agora que tenho em mente meu produto, no sistema vou montar ele, dizer como ele é, que cor e tamanho, que tecido e a quantidade de insumos que utilizarei para produzi-lo.
  • Em conjunto crio a estrutura do meu produto, cortes, necessidades liquidas para que ele saia de forma coesa e eu não desperdice nada.
  • Crio todas as fases que eu quero que meu produto passe desde a saida da malha da sala de malhas, ao corte, enfesto, facção, costura, tags, empacotamento e expedição. Eu quero saber onde ele está e como está de acordo com o pedido do cliente.
  • Posso ver em meu ERP todas as fases, todos os valores e markups de venda, posso rastrear as necessidades do meu cliente e prever minhas proximas produções.
 Acontece que muitos sistemas prometem mas não cumprem os requisitos, e transformam a vida dos gestores em um pequeno inferno. Só que tem um porém nisso tudo: Qual é o valor que você dá ao seu sistema e a sua empresa? Muitos gestores reclamam do sistema ERP Genérico que colocaram por que acham caro um específico. Pagam mais caro no suporte, nas implementações, nas dores de cabeça, do que colocar um basta e procurar algo que tenha tudo que ele precise e um suporte de qualidade, onde a empresa não seja mais um numero no cadastro de cliente, senão um parceiro de negócios.

Como está seu ERP? Como está seu negócio? Nunca olhe os preço pelo lado de custo, olhe todos os profissionais graduados e pos graduados a disposição de sua empresa e verá que um sistema focado em sua área e que não tenham milhares de clientes pode ser aquele que vai realmente agragar valor ao seu negocio.


segunda-feira, 20 de junho de 2016

A Master Sistemas presente na Oficina da Moda e Tricot - Curitiba- PR - 16/06/2016


 No último dia 16 de junho a SindiTêxtil - Pr em conjunto com a SindVest - Pr realizaram mais uma edição da Oficina da Moda e Tricot. Entre todas as estruturas e palestras estava presente a equipe da Master Sistemas, apresentando a melhor solução para o gerenciamento da indústria têxtil, o ERP Mtex. Queremos agradecer a todos os nossos visitantes e mais uma vez salientar que estamos à postos para dar o melhor atendimento, a melhor solução e tudo o que for de melhor para que seu negócio esteja sempre em alta.




Ads Inside Post